Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Manga Lima

Manga Lima

01
Mai13

A ti, 2013 / 30 de Abril

Manga Meia-Loira

Há dias assim. E eu tenho tido demasiados "dias assim". Demasiadas "horas assim". Demasiados "tempos assim". Tanto que nem eu sei como ainda consigo andar para a frente. Tu sabes, e só eu e nós sabemos o que tem isto sido. Tudo o que tem podido correr mal tem corrido, e só resta um vazio infinito e uma buraco negro incomensurável. Desde a própria situação, que seria sempre complicada, até à agreste atitude de todos, passando por todos os acontecimentos, que penderam sempre para o pior lado possível, isto tem sido um verdadeiro filme. Se não fosse real demais até poderia dar para rir.

É tão irónico como, às vezes, ao tentar andar para a frente só nos enterramos mais! Tão irónico como a frase que diz que só nos momentos graves percebemos quem são os verdadeiros é verdadeira. Tão verdadeira quanto o cliché que diz que só quando estamos de fora conseguimos ver correctamente aquilo com que a vida nos brindou lá dentro. E tu sabes, eu sei, o quanto eu tenho aprendido sobre tudo e sobre todos nesta travessia das Tormentas. O quanto tenho crescido com isto. Às vezes é espantosa a forma como o sofrimento nos consegue fazer crescer, como nos consegue elucidar sobre o que nos rodeia. Talvez não fosse preciso tanto, talvez fosse, o que é certo é que mais tormentas nesta travessia seria quase impossível.

Não sei bem como isto começou, não sei bem como poderá acabar, tampouco quando. Sei, só, e quero dizer-te e registar, que continuo a acreditar pia e cegamente em ti. Continuo-me a agarrar ao teu 13 com tudo o que tenho, ou o que ainda me resta disso. Continuo a pensar em ti como o número do impossível. Continuo a olhar-te como o último pedaço da pouca esperança que existe e tenho de me suportar, estoicamente, presa a isso. Continuo a achar que só um número como o teu poderia fazer tudo isto acabar bem. Continuo a pensar que eu mereço isso - nós merecemos isso. E tu estarás aí para isso. Desde a última vez que te escrevi já passaram trinta dias e alguns acontecimentos que foram antecipados. Pouco mais que isso, mas também estava à espera que assim fosse. Já sabes tens ainda todo o tempo que te resta, e nós estaremos cá. E tu irás estar cá para nós na altura certa. Já te disse que sinto que sim. Já te disse como continuo a agarrar-me a ti com tudo o que tenho de forma irracional. Porque há coisas que por mais impossíveis que pareçam, nós sabemos e sentimos que vão acontecer. E hoje é isto que quero que saibas. Sobretudo isto.

(Só dizer-te, ainda, que este 30 de Abril traz, como o dia de ontem trouxe, reminiscências de acontecimentos que me fazem lembrar datas passadas. De como ele foi operado, nós fomos festejar um aniversário ao restaurante, e eu estava preocupada com a preparação de um famoso teste de uma famosa disciplina. De como a cara dela me disse, no teu antecessor, a notícia que não estava à espera. Ou estava. De como estava lá, de como fiquei para a minha obrigação divertida, porque tinha de ficar. De como, sobretudo, tinha o mundo e agora tenho as ruínas.)

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D