Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Manga Lima

Manga Lima

12
Jul13

"Amanhã"

Manga Meia-Loira
O "amanhã" é só o tempo mais estúpido que existe. E toda a gente conta com ele. Toda a gente espera por ele. Toda a gente se esquece que ele pode nem chegar. Toda a gente se esquece ainda que às vezes, muitas vezes, ele chega tarde demais. E toda a gente se agarra estupidamente a ele. Deixa-se para o amanhã a felicidade. Deixa-se as atitudes que podem fazer algo por nós enquanto é tempo. Deixa-se as palavras e os actos. Deixa-se o tempo de ter paz. Deixa-se o sol e o brilho dele. Deixa-se os sorrisos e as partilhas. Deixa-se a disponibilidade e o tempo a dedicar ao outro. Deixa-se tudo e mais qualquer coisa porque "amanhã é que é". E entre isto esquece-se que o amanhã não está lá à nossa espera. Que não tem que esperar nem dar nada a ninguém. Que conjugar a vida no futuro pode ser tramado. E ironicamente, lá está, o amanhã chega quase sempre, sim... pena que tarde demais.. pena que já tudo se tenha desvanecido nessa espera.. pena que seja quase sempre necessário ir longe demais para se chegar a ele.. pena que isto só seja apreendido pelas pessoas no fim da linha.. pena que depois do fim da linha se tenha tempo e disponibilidade para tudo e mais qualquer coisa.. pena que esse tempo e essa disponibilidade para fazer algo enquanto é tempo já venha fora de validade.. pena que antes disso ninguém tenha sequer tempo para desviar o olhar e ver essa data. Lá está, na vida como em tudo, so há tempo de ver os prazos de validade depois de estarem vencidos.. É, o amanhã não é sempre longe demais mas ė muitas vezes tarde demais. Pois, é não existir um milésimo de segundo de disponibilidadr que seja para olhar para o lado e sentir o que nos rodeia a estragar-se, pedaço a pedaço, dia após dia, de dentro para fora.. às vezes nem é preciso ver a data.. basta olhar para o aspecto. É. "Amanhã é que (não) é". E assim, dia após dia, semana após semana, mês após mês, se vão fazendo as escolhas da vida não fazendo nada para as mudar.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D