Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Manga Lima

Manga Lima

16
Jul13

...

Manga Meia-Loira
A morte vem de longe
Do fundo dos céus
Vem para os meus olhos
Virá para os teus
Desce das estrelas
Das brancas estrelas
As loucas estrelas
Trânsfugas de Deus
Chega impressentida
Nunca inesperada
Ela que é na vida
A grande esperada!
A desesperada
Do amor fratricida
Dos homens, ai! dos homens
Que matam a morte
Por medo da vida.

E depois é isto. É o ponto em que se começa a ter mais medo da vida que de tudo resto. É o ponto onde tentar rir sem parar para não chorar, e falar alto, bem alto, para tentar diminuir o estrondo da dor deixam de ser suficientes. É o ponto onde pela primeira vez na vida escreves de forma consciente a única palavra que achavas algum dia ser impossível. É o ponto onde o desespero já começou a toldar o resto e o que sobra é quase nada. É o ponto onde o esgotamento começa a ganhar à vontade. É o ponto onde se vai desprendendo, a cada dia que passa, a cada semana que se conta, a cada mês que entra na conta, a tantos e todos os momentos de desespero que já estão na fatura, uma corda da fita gigante que um dia, ainda há menos de um ano, foi gigante. É o ponto onde já não há Norte nem ideia dele, onde se continua em queda e nada muda essa direcção, não se pode fazer nada, onde tudo se esgota, onde pedir ajuda não vale de nada porque os problemas do umbigo e do património de cada um já estão resolvidos, onde cada momento que passa é só mais um empurrão para o fundo, para o escuro. É. Pode acabar o mundo agora, ou só o meu, que já seria uma heroína. 355 dias em queda livre para o fundo e ainda me levanto da cama. Mas agora há uma diferença: já todos encontraram solução para os seus problemas, todos estão no seu "caminho certo" e eu já não quero. Já quis demais e tive de menos. Já deixei de entrar

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D