Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Manga Lima

Manga Lima

28
Fev19

6 ANOS DE MANGA LIMA

Manga Meia-Loira

Este blog fez ontem seis anos. Há seis anos estava no chão da casa onde me encontrava na altura, longe (muito longe) daqui, com o joelho esfolado... e se o joelho estava mal, a vida estava pior. Há seis anos o mundo e a vida tinham-me desabado no verão anterior e eu estava profundamente desorientada. Há seis anos estava no centro do mundo e nunca me tinha sentido tão longe do meu mundo. Há seis anos estava num cruzamento, dos mais dolorosos da minha vida, e não sabia o que fazer nem para onde ir. Depois as semanas e os meses foram passando. Depois, entre dias dor e outros em que conseguia respirar com mais calma, a vida foi tendo o seu caminho e eu fui encontrando o meu lugar. Depois veio o meu regresso, veio a universidade e veio a vida a voltar a normal. Penso que naquele 2013 e 2014 escrevi muito aqui. Escrevi sobretudo em momentos de maior dor e escrevi sobre aquilo que me doía. Depois a vida foi-se tornando um lugar mais bonito, eu fui começando a respirar bem e a sorrir, e fui descobrindo um sentido para a vida naquilo que fazia e nas pessoas que me enchiam os dias. E fui escrevendo menos, bem menos. Não revi nada, mas acho que em 2015 nem cá pus os pés (ou os dedos). Foi bom sinal. Tudo decorria dentro do normal. E depois foi-se aproximando o fim do curso e eu fui começando a bater de frente em sentimentos que não queria. Fui ficando profundamente feliz com o terminar de uma etapa e fui deixando o coração voar. Depois veio o fim do curso, veio a deceção profunda com o que se seguiu, veio aquele ano que não quero sequer lembrar, veio o constatar da realidade, veio a verdade pura e dura de que eles não voltaram e vieram as palavras que, dando-me paz, puseram fim a muita coisa. E fui escrevendo muito, fui escrevendo quase sempre que quis. E, mesmo sem eu dar por isso, este blog esteve sempre lá... e esteve lá sobretudo quando eu quis desabafar e quis escrever muito do que me ia na alma. E esteve lá de todas as vezes em que escrevi e escrevo o quanto quero e preciso que eles voltem. E esteve lá de todas as vezes em que escrevi e escrevo que quero um amor que me faça sonhar. E esteve lá de todas as vezes em que fiz um resumo do ano que acabava e escrevia desejos para o ano que começava. Já achei, principalmente depois de 2013/2014, que devia ter criado outro blog diferente porque o que estava aqui escrito já não me fazia sentido, só me lembrava de uma época dolorosa. Nunca o fiz e também não farei, pelo menos nos próximos tempos. Tudo o que está aqui faz parte de mim, da minha história e da minha vida. Aquele período triste e doloroso, as fases mais bonitas e pacíficas e alegres que se seguiram, a alegria profunda de terminar um (per)curso, o desmoronar de muitos sonhos e a paixão que me arrasou o coração, o redescobrir-me e sobreviver por entre a ausência deles e os pedaços por colar do coração... tudo isto sou eu.

 

Por tudo isto e por muito mais este blog há-de continuar. Farei questão de o continuar, assim a vida o queira e eu o consiga. Quero que este blog esteja lá quando eles voltarem, quero que este blog esteja lá quando eu descobrir o amor que me há-de fazer sonhar, quero que este blog esteja lá quando cortarmos a fita vermelha e abrirmos a porta daquele sonho feito de pedra, quero que este blog esteja lá quando eu concluir o mestrado, quero que este blog esteja lá quando chegar ao fim desta etapa profissional. Quero ainda que este blog esteja lá quando eu for pedida em casamento um dia, quero que este blog esteja lá quando eu casar um dia, quero que este blog esteja lá quando eu for mãe um dia. Ainda faltará algum tempo até que estes últimos desejos aconteçam, mas gostava muito de ter aqui também um livro que falasse dessas etapas quando for tempo delas. 

 

Por tudo isto e por muito mais, PARABÉNS MANGA LIMA! 

 

Naquele dia, há seis anos, muito daquilo que conquistei neste tempo parecia impossível. Que daqui a seis anos eu diga o mesmo. Que daqui a seis anos eu esteja com a alma e o coração em paz, tenha os meus comigo e tenha a capacidade de sonhar e ver sonhos realizados. Que daqui a seis anos eu tenha um amor que me adormeça com cafuné e me acorde com beijos, tenha a comida, os sorrisos e as gargalhadas dos meus pais todos os dias, tenha o abraço da minha boneca a toda a hora, tenha um trabalho que me apaixone e tenha o projeto de ser mãe em curso. 

 

PARABÉNS MANGA LIMA :) 

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D