Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Manga Lima

Manga Lima

10
Nov17

A cidade

Ju

Hoje pude sair a tempo de subir e ver a cidade de cima. Já era noite, embora cedo, e lá em baixo tudo era um mar de luzes e agitação, pessoas e carros no regresso a casa. Passei as duas igrejas, passei atrás do topo do Sameiro e desci. Lembrei-me deles e desta distância, lembrei-me do quanto o amor me dói e lembrei-me do quanto tudo me faz falta. Tenho sido sobretudo nostalgia, entre um tempo que acabou sem ter acabado e outro que está por vir. Nostalgia entre dias confusos e sentimentos estranhos. A vida consegue ser tão difícil e confusa aos vinte e poucos. E o amor pode ser um lugar tão confuso e estranho, neste querer sem saber se quero e ser querida sem o poder ser ou saber se o sou. Tenho sido sobretudo isto: "Sentes que um tempo acabou Primavera de flor adormecida Qualquer coisa que não volta que voou Que foi um rio, um ar, na tua vida" in "Balada do quinto ano jurídico"

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D