Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Manga Lima

Manga Lima

25
Abr19

A meia-loira escreve a tese #4

Manga Meia-Loira

O primeiro capítulo da tese está quase pronto a enviar para o orientador. 52 páginas. Mais uns toques e envio. E eu só posso estar imensamente grata a mim, aos meus e à vida por isso. Para lá do estágio e das aulas da Ordem. Para lá da falta que a família me faz e que tantas vezes me deixa sem chão e sem forças; para lá do coração desnorteado e descompassado e perdido, tantas vezes como se estivesse disperso em pedaços; para lá dos momentos de picos de ansiedade; para lá dos momentos em que parece que nada vai mudar e nada de bom acontece nunca; para lá do desânimo e da descrença... eu fiz, eu estou a fazer. E isso para mim vale mais do que tudo. É um trabalho solitário, muito solitário, e implica um longo caminho de motivação e frustração e motivação e frustração. Sempre o soube e isso sempre me assustou. Demorei muito, mesmo muito, a começar. Foi dificílimo conseguir começar. Para lá da vida que acontecia todos os dias, e que nestes meses tem sido dura, aos tropeções e muitas vezes com momentos de dor e frustração, a ideia de começar e a força de continuar são sempre coisas díficeis. Tinha de o fazer. Tenho de o fazer, antes e para lá de qualquer outra coisa. Esta tese tem de continuar a desenvolver-se e tem de nascer e ser entregue. É verdade que pensei que ia ser pior... até tenho medo de dizer isto, mas a escrita tem corrido dentro do normal, tem sido horas tranquilas, e só tive um dia em que atingi o pico da frustração e tive vontade de chorar, e gritar, e atirar o tapete o chão, e jurar que acabava ali tudo e não fazia mais nada. Foi só um dia, o que é incrível, e em todos os outros dias foi tudo muito tranquilo. É verdade que eu adoro o tema, e dentro do tema estava a escrever sobre a parte de que gosto mais, mas só queria mesmo que fosse assim até ao fim. Ainda falta muita coisa: falta a sugunda parte, falta desenvolver a parte crítica, falta a introdução, falta a conclusão, falta o índice, falta mesmo muita coisa. Mas eu, por entre ventos e tempestades internas, e ainda que tarde, tive a força de a começar e ir continuando. E caramba, tenho, pelo menos por agora, direito a 10 segundos de glória (Antes de receber as correções e ter votade de atirar tudo ao ar e chorar ahahah). E hoje reecontrei isto... isto que eu encontrei na licenciatura e tive vontade de espetar no teto do quarto para ser a última coisa a ler antes de dormir e a primeira coisa a ler ao acordar e começar o dia. Isto... que me relembra, afinal, porque é que tenho de fazer nascer esta tese.... isto.... que me relembra, a final, a essência de que sou feita.

 

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D