Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Manga Lima

Manga Lima

13
Out18

A vida corre...

Ju

Já há muito que não escrevia aqui. Não tenho ainda nada de novo. O estágio continua normal. Os contratos com as imobiliárias para mudarmos de vida também. As obras estão a começar. Tenho largado tudo por isso e feito tudo o que é humanamente possível. Quis a vida (e o destino, seja isso o que for) que as obras tivessem data de início marcada para o dia em que se completam seis anos que os meus pais foram embora para o outro lado do oceano. Quis também a vida (e o destino) que eu fosse, sem o planear, estar do outro lado do oceano com eles nesse dia. Segunda-feira completam-se seis anos e lançamos a primeira pedra de um novo ciclo e de uma nova vida. Quando naquele primeiro sábado de setembro chorei desalmadamente a distância deles, o aniversário que não tinha vivido, o suicído do meu amigo e o desamor me marcava o coração a ferros, peguei no computador e a única coisa que fui capaz de fazer sentada no chão do quarto foi marcar uma viagem para vir abraçar os meus pais. É assim que dia 15 de Outubro, segunda-feira, vamos estar longe (muito longe) da obra fisicamente mas vamos sorrir e lembrar que o primeiro passo foi dado e mudar de vida é já aqui. De maneira que a minha vida tem sido isto: estágio, fazer tudo e mais qualquer coisa para colocar as imobiliárias a trabalhar e as obras a começar, desejar todos os dias que o regresso deles seja já aqui e viver o desamor sem me perder. Continua, na verdade, tudo igual: eles não voltaram ainda e ele continua a deixar-me o coração à toa e a cabeça nublada. Enquanto ele me mexer assim com o coração vai ser difícil... enquanto nada acontecer vai ser difícil... esta é a parte da vida que mais me vai doendo. Não tenho tido muito tempo mas vai doendo... qualquer coisa da parte dele me deixa profundamente triste ou profundamnete feliz e eu não tenho coração para tanto. Esta montanha russa esgota-me a cabeça e o coração. Espero dias mais calmos e construtivos.. espero mesmo. Espero que daqui a um ano a vida seja outra. E há-de sê-lo.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D