Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Manga Lima

Manga Lima

27
Ago18

Agosto quase no fim

Ju

Estamos quase no fim deste mês e eu sabia, sempre soube, que ia ser um mês que me ia doer na alma. É um mês sempre demasiado grande (e demasiado colorido) quando não estamos bem e quando o coração está ferido. É um mês sempre difícil. Há seis anos que não tinha um Agosto tão doloroso. Esse foi o primeiro em que soube que a minha vida ia mudar e perdi o chão. Depois, há cinco anos, também me doeu tudo numa aprendizagem daquilo que era viver sem eles. Nos últimos anos a dor foi amenizando, talvez com o hábito, e os Agostos foram sendo difíceis mas ultrapassáveis. O Agosto do ano passado foi, sem eu o poder imaginar na altura, um marco. Foi o mês em que ele me fez bater de frente naquilo que sentia por ele quando, naquela sexta feira à noite, usou a palavra coração no sítio mais bonito da minha infância. Passou um ano e eu sabia que também por isso este Agosto me ia deixar afundada em sentimentos e mágoas. Ele falou em coração e depois tudo se passou como se nada nunca tivesse acontecido e a vida seguiu e segue. Ele pode não se lembrar, e eu também não queria, mas a verdade é que eu estive lá e não sonhei. Estive lá e ouvi. E isso deixou-me de coração desfeito durante (quase) todos os dias deste último ano. Não sei quanto mais tempo ele me vai conseguir deixar neste estado, e não sei quanto mais tempo isto vai durar ou quando ou como vai acabar. Estou constantemente exausta e desgastada por isto mas infelizmente isso não me permite deixar de ter sentimentos por ele. Ele tinha de ser a última pessoa por quem eu algum dia teria sentimentos. Aquela minha praia de infância tinha de ser o último sítio onde esta história teria de ficar marcada. Aconteceu e eu, humana que sou (porquê?), apaixonei-me sem saber e sem me dar conta nunca. Claro que tinha de ser uma história assim. Só quero, mais do que qualquer coisa na vida, que isto passe. E (espero!) o que tiver de ser será. 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D