Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Manga Lima

Manga Lima

21
Jan17

Até 31 de Dezembro

Manga Meia-Loira

Estou sentada, à lareira, na última mesa do café. Ainda é Janeiro, o ano mal começou, mas não posso deixar de pensar em tudo o que quero que aconteça até ao último dia. Já não faço questão, como há quatro anos, de me voltar a sentar nesta mesa em frente ao vidro no dia 31 de Dezembro para fazer um resumo do ano. Só faço (mesmo) questão de voltar a ter o círculo de família reunido nessa última tarde do ano (e em todas as outras). Ainda é Janeiro: sonhar não custa, tentar ainda menos, verbalizar só faz bem e sonhar alto e acordada ainda é melhor. Não me interessa muito o local onde farei esse resumo no último dia do ano, interessa-me saber o que estará no coração nessa revista do ano que passou. Seja onde for, quero (muito, tanto) que o coração esteja preenchido de amor e família. Se há ensinamento que levo para a vida deste últimos anos é que, muito mais que o local, os bens ou o dinheiro interessam as pessoas e as emoções que trazemos no coração. Pode ser nesta mesma mesa novamente à lareira, em nossa casa ou na da tia: quero-nos todos juntos a sorrir. Quero passar o ano em revista por entre todos os sorrisos e comover-me sem qualquer tipo de constrangimento. Quero saber e sentir que há pontos finais felizes. Quero saber e sentir que o esforço académico valeu a pena. Quero saber e sentir que encerrei a primeira etapa de um caminho profissional com chave de ouro. Quero saber e sentir que inicie a outra parte do caminho de forma tranquila, feliz e confiante. Quero saber e sentir, acima de tudo, que aproveitei a família o máximo que pude. Quero saber e sentir que houve um anjo que Deus me colocou no caminho sob a forma de amor para partilhar a vida e a alma. Quero saber e sentir que sempre chegamos onde nos esperam. Quero saber e sentir que foi o ano das boas surpresas: quero (muito) ser surpreendida pela vida e pelo amor. Quero que seja o início de um novo ciclo: um ciclo de paz, amor e sol. Quero que seja um ponto de mudança e viragem em todos os aspetos. Até lá a estrada é longa, o caminho não será sempre em linha reta e haverá sempre a vida e as suas (boas) surpresas. Até lá há todo um conjuntos de acontecimentos e nem todos serão os mais felizes, mas o segredo está em acreditar que os felizes superarão tudo o resto. Até lá o sol ainda dará toda uma volta em torno da terra, as estações acompanharão o ritmo da vida e haverá dias bons e menos bons. Tenho pressa, bem sei, tenho até fome de que tudo aconteça. É natural, é a vida vista de um início de ano numa fase em quero que tudo aconteça e mude. É muito possível até que (quase) nada aconteça, mas enquanto houver sonho tem de haver esperança. Se nada acontecer e o último dia do ano não for, afinal, diferente dos últimos resta-me a convicção de que o sol continuará a nascer todos os dias e, com ele, o milagre da vida. Até lá tenho de me levantar todos os dias da cama com a firme crença de que essa revista do ano se resumirá a amor e me comoverá, enfim.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D