Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Manga Lima

Manga Lima

05
Fev17

Dançar a dois

Ju

Já foi há dois anos ou mais que formulei esta reflexão. Íamos pela rua e a Joana contava uma história qualquer da vida dela e do medo do amor, falando de como é difícil confiar assim o coração por inteiro a alguém. Pois que eu disse então que o amor é uma dança a dois e que só devemos deixar que nos peguem pela mão e nos levem para a pista se soubermos que nos podemos deixar cair de costas e tivermos a certeza absoluta de que a outra pessoa não nos deixará cair ou sequer chegar perto do chão. E é aí, só nesse ponto em que nos deixamos simplesmente cair com a certeza de que nos vão segurar, que o amor é um lugar seguro. Não sei como se chega a essa certeza ou quanto tempo demora, mas para valer a pena tem de se alcançar esta confiança. Há toda uma série de etapas a percorrer até lá e pequenos testes que tem de ser feitos. No dia em que nos podemos deixar deslizar tendo no nosso par uma segurança que nos ampara sempre, então encontramos um porto-lugar seguro a que podemos chamar de amor com todas as letras. Um dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D