Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Manga Lima

Manga Lima

10
Fev19

Dias de luta, dias de coragem

Manga Meia-Loira

Foi há dias, poucos dias mas que parecem muitos. Pela minha cabeça passaram filmes atrás de filmes. (Re)vi e (re)vivi tudo o que ouvi, o que senti, o que me fizeram. O que pensei, o que sonhei, o que achei. Precisei de voltar atrás no tempo e resignificar tudo. Voltar atrás no tempo e colar em tudo uma etiqueta a dizer "Ele está a brincar". Não foi fácil, não é fácil, não vai ser fácil. Hoje muito menos. Quando recebi aquelas três provocações em forma de fotografia, aquela mudança de planos repentina, em jeito de chamada de atenção, fiquei estupefacta. Foi gritante aquela necessidade de me chapar na cara o que já ouvi. Não é preciso estudar psicologia para perceber certas coisas. Eu passei-lhe a batata quente para as mãos, e o peso que já não suportava, e desresponsabilizei-me de tudo o que possa um dia acontecer naquele momento em que ele abriu a porta para sair. Doeu, dói, é quase certo que vai doer. Mas nunca duvidei por um segundo que precisava de me libertar daquele peso e que a paz não tem preço. E não, pode haver dor mas a paz não tem preço. Não suportava ser eu a dizer, daqui a uns anos, que nunca o devia ter deixado ficar de todas as vezes em que fui embora como no filme "O noivo da minha melhor amiga". Aquela cena em que a Rachel diz "Eu nunca devia ter saído por aquela porta do bar há seis anos" martelou-me. Não suportava ser eu a entrar num bar daqui a uns anos, já casada com outro amor e sendo mãe, e ter um flash com a vida que teria ao lado dele se tivéssemos ficado juntos, como em "La la land". E bem ou mal, cedo ou tarde, melhor ou pior, com mais ou menos dor, a verdade é que todo este peso e todo este sufoco de nos afogarmos nas palavras que deixamos por dizer desapareceu. Eu libertei-me e desresponsabilizei-me. Se lhe passei esse peso para ele? Não sei mesmo, não sei e também não sei se quero saber. Se ele disse o que sentia, ou se disse tudo o que sentia? Não sei. Sei que me deito todos os dias com a consciência tranquila, e que não vou um dia deitar-me naquele sofá grávida de um filho nosso porque ele não quis. No momento em que ele disse o que tinha a dizer e saiu pela porta ficou-me tudo esclarecido. Não precisava de levar com aquelas chamadas de atenção gritantes de hoje, e não tenho explicações para elas, mas a partir daquele momento deixou de estar nas minhas mãos. Já não tenho de fazer nem posso fazer o que quer que seja. Agora as cenas de filme que me entalaram a garganta e o coração e o corpo todo deixaram de ser minhas. Libertei. Se libertei para ele, ou se ele sufocará em tudo o que não disse, ou se um dia será ele a fazer o flash da vida que poderíamos ter... já não é problema meu. Que ele merecia, é um facto. Que não vou ser mais nem menos feliz por isso é outro facto. Só quero a minha paz. Se der para ele crescer e não se comportar como uma criança tanto melhor. Como dizia a frase que vi o outro dia "Doubt kills more dreams than failure ever will.". E eu disto já não sufoco...graças a mim, a Deus e a quem me deu a força de falar. 

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D