Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Manga Lima

Manga Lima

15
Mar17

(Falta de) Tempo

Ju

O tempo, sempre o tempo. O tempo que se esgota e que me falta todos os dias. O tempo sempre perdido entre salas, aulas, códigos, horários, cadernos, folhas e estudo. O tempo roubado à família e aos amigos. O tempo roubado a todas as outras coisas boas da vida. Não tenho tempo: não tenho tempo para parar, pensar ou escrever. Não tenho tempo para me sentar simplesmente a conversar ou a almoçar ou a jantar. Não tenho tempo para descobrir músicas ou ler um livro. Não tenho tempo para ir ao cinema. Não tenho tempo para ficar simplesmente deitada na cama a pensar. Não tenho tempo para pausar a vida e respirar. Não tenho tempo para olhar a vista da varanda ou para cheirar o ar mais quente das noites de primavera. Não tenho tempo para espreitar o mar, cheirar as flores do jardim ou tomar o pequeno-almoço sossegada. Não tenho tempo para ver a cidade aos meus pés, passear por ela ou comer um gelado. Não tenho tempo para a Amorosa nem para nada. Não tenho tempo e, bolas, isto ainda nem começou. Quando escolhi este caminho sabia que não era fácil, também não queria que fosse fácil nem queria um caminho fácil... mas entretanto houve uma vida inteira que mudou e houve uma Ju nova. E esta Ju tem um orgulho e gratidão infinitos para com ela pelo percurso que está a fazer, mas também já viu que tem de haver muito mais na vida. Há coisas que não tem preço: ter tempo para jantar, conversar, rir, ler ou ir ao cinema, ter tempo para aproveitar a família e as pessoas que gostam de nós. Nada paga isso. Não sei o que os percursos do futuro me reservam, mas sei que em tudo o que depender de mim e me for possível, privilegiarei as escolhas que me permitirem ter mais tempo. Não tenho perfil para não dar tudo de mim e estou numa área em que as profissões são exigentes em tempo e dedicação, mas já estou a fazer escolhas que a Ju que existia antes nunca faria e isso deixa-me tranquila a um nível que nunca imaginei ser possível. Imagino-me sinceramente, um dia, a trocar tudo isto por outra coisa que me permita mais tempo e uma vida mais vivida.. sem qualquer problema ou dúvida. Ainda bem que penso assim, ainda bem que escrevo isto e ainda bem que já percebi algo tão simples. E sim, se um dia tiver que me arrepender, prefiro mil vezes que seja com a consciência de que tentei. Tentei viver, tentei ter tempo, tentei aproveitar e tentei lutar pelos vários sonhos que tenho e não apenas por um ou alguns.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D