Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Manga Lima

Manga Lima

31
Ago19

Fechamos a casa (e é tão bom!)

Manga Meia-Loira

Hoje fechamos pela última vez a porta desta casa. Pela última das últimas vezes. Foi nesta casa que nasci, que sorri, que cresci. Que aprendi a falar, a comer e a andar. Que aprendi a gostar de ler e de estudar. Foi nestas paredes que vivi (quase) tudo neste vinte e cinco anos de vida. Foi aqui que me tornei naquilo que sou. Foi aqui que sorri desalmadamente a cada boa notícia que recebi ao longo da vida. Foi aqui que chorei também desalmadamente a cada golpe que a vida me deu. Foi aqui que vivi. Foi aqui que me licenciei, que fiz o mestrado quase acabado, que comecei a estagiar. Foi para estas paredes que corri sempre a cada sorriso que queria partilhar e a cada lágrima que queria chorar. Foi nestas mesas e nestes muros que aprendi a estudar. Depois estas paredes e estes portões começaram a tornar-se pesados. A vida mudou e esta casa foi ficando cinzenta, escura, nublada e vazia. Foi começando a cansar e a vontade de a fechar pela última vez foi-se tornando cada vez maior. Tão grande que quase se sobrepunha a (quase) tudo o resto. E foram anos - mais de seis anos - a desejar profunda e intensamente largar esta porta branca e este portão verde. Largar esta casa foi uma luta longa que me fez chorar e sentir frustrada; que me fez ser agressiva com as palavras como nunca o tinha sido nem pensei ou quis ser. Foi uma luta que nos últimos tempos me fez usar da palavra e levantar bem alto a minha voz, usando aquilo que o Direito e a advocacia me tem dado a meu favor. Eu precisei disto e jurei a mim e ao mundo que isto ia acontecer, nem que fosse a última coisa que eu fizesse na vida. Demorasse o que demorasse. Aconteceu. Demorou alguns anos e mais que muitas lágrimas e palavras agressivas mas aconteceu. Não preciso de dizer que vou ter saudades. Estas paredes vão-me coladas à vida, à alma e ao coração para sempre. O que vivi, senti, cresci e aprendi aqui fica-me para sempre naquele espaço solarengo e feliz do coração onde guardamos o bom da vida. Vou ter para sempre saudades - já as tenho e ainda nem fechamos a porta - e se calhar até vou chorar de saudades um dia, mas isso só mostra o quanto fui feliz aqui (e fui-o infinitamnete durante a vida toda até aos últimos anos). Mas esta mudança tinha de acontecer e teria sempre de acontecer; custasse o que custasse ou demorasse o que demorasse; Esta mudança tinha de acontecer: em nome da vida, da energia da vida, da justiça e do sentido natural da vida. Vida: por ela e porque ela já voou para outras paragens há muito tempo, e o prolongar desta casa sem ela era só frustrante. Nós?! Nós havemos de continuar a sorrir por entre outras paredes e portas. Havemos de continuar a sorrir e a sonhar por aí, e a construir memórias felizes por outros caminhos. A vida prossegue: por entre outras paredes e caminhos, sorridente, feliz e muito mais leve. (E eu estarei sempre grata - infinitamente grata - à vida e às estrelas por esta mudança).

P.S. (E sair pela porta branca e pelo portão verde de sorriso rasgado e ao som - por mero acaso e pura coincidência - da "Grândola vila morena" só pode ser um bom prenúncio)

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D