Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Manga Lima

Manga Lima

19
Ago19

Férias (e uma tese pelo meio)

Manga Meia-Loira

Vim passar duas semanas com os meus pais ao país onde eles estão a viver. Não, nunca gosto de ter de cá vir e estou a desejar profundamente, de alma e coração, não ter de cá pôr os pés nos próximos longosss anos (se nunca mais cá voltar tanto melhor, e tudo estará muitíssimo bem). Não, não há nenhum motivo em especial nem aconteceu nada, mas este lugar será sempre uma mancha negra (seguramente a mais negra) na minha vida e na minha história. Se tudo correr dentro do esperado, eles voltarão definitivamente a Portugal e eu deixarei definitivamente de ter de vir cá (I WISH!!!). Sucede que eu cheguei ao fim de junho e, antecipando um agosto azedo para o coração, decidi marcar a viagem. Assim sempre saía do escritório e do ambiente de todos os dias e (re)via os meus. Pelo meio até aconteceram coisas boas e cá estou eu. Vim com correções á tese para fazer, que já fiz, e com a introdução e conclusão por fazer, que ainda não fiz. Tenho de fazer, pelo menos, a introdução aqui. A conclusão até pode esperar mas a introdução não. E caramba, tem sido mesmo difícil... estou sem inspiração, não sei, parece que é uma éspecie de "ar de agosto" que não me deixa trabalhar. Para lá disso, até têm sido tempos tranquilos. Uma das maiores provas de tranquilidade destas férias é o facto de eu já ter adormecido, a meio da manhã ou a meio da tarde, no sofá. É preciso estar-se mesmo descontraído para que isso aconteça... e quando me apercebi disso fiquei mesmo muito contente! Pelo meio comprei um livro no aeroporto que adorei e já me falta pouco para acabá-lo, e isso é tão bom! Tenho-me desligado muito do "ler por prazer" nos últimos anos, e não gosto nada disso, mas fico mesmo muito feliz por voltar a redescobrir essa paixão...e tenho de me comprometer a continuar a encher as estantes. Para lá do livro, vi mais uma temporada de "How to get away with murder", estou a ver a última, e vi outra série pelo meio. Acima de tudo acho que têm sido dias tranquilos. Não, não é este o (a)gosto que eu queria ter - muito longe disso. Não, não tenho os meus comigo no sítio onde pertencemos. Não, não tenho um amor onde me deitar, sonhar, sorrir e fazer planos. Mas já estive mais longe (muito mais longe disso), ou assim o espero, e esse tempo há-de chegar. Que daqui a um ano a história seja outra e o agosto se escreva noutro lugar, ou no lugar onde pertence, e não falte amor e sonho.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D