Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Manga Lima

Manga Lima

17
Ago19

Lições de vida e de amor - Alexandre Soares dos Santos

Manga Meia-Loira

Não posso dizer que acompanhei ou que conheço a vida e a carreira de Alexandre Soares dos Santos. Fui sabendo apenas aquilo que era público e que todos sabemos, e conhecia a grandiosidade dos seus feitos profissionais. Também não posso dizer que fosse uma figura por quem eu nutrisse especial afeto, admirava apenas as suas conquistas e a sua personalidade. Daí que, não o conhecendo nem sabendo muito sobre ele ou a sua vida, imaginava alguém focadíssimo no trabalho e na carreira e pouco mais. Sim, às vezes também sou feita de estereótipos e preconceitos, embora não goste nada disso. Talvez por ainda ser nova, acho quase sempre que alguém que é brilhante na carreira/profissão depois perde um bocadinho as outras dimensões da vida. Eu própria sinto que sou assim e tento lutar contra isso sempre que posso.

 

Assim, fiquei espantada quando abri uma das notícias sobre a morte dele e encontrei estas declarações, proferidas por ele quando se afastou dos negócios e se reformou: “Chego a esta idade sem a mínima frustração. Tudo me correu bem. Fui feliz no casamento, fui feliz nos filhos, tenho netos. Os negócios correram muito bem, gosto das pessoas e as pessoas gostam de mim. De maneira que sou um tipo feliz”. Fiqui espantada porque não estava à espera. Fiquei espantada porque o sentido da vida e do amor (que é o motor da vida) está naquelas três linhas. Simples. Claro. Aquelas três linhas são de uma sabedoria que ultrapassa tudo. Ele não fala do trabalho ou dos negócios em primeiro lugar, nem sequer é isso que ele mais sublinha. Ele centra a vida dele, ou um resumo da vida dele, no casamento, nos filhos e nos netos. Está ali tudo. Aquilo prova que ele não se desfocou do importante nem trocou prioridades. Aquilo prova que no fim do dia, no fim do ano, no fim da carreira ou no fim da vida.. tudo o que importa é o amor. Tudo o que guardamos é a família. Tudo o que nos faz viver são os abraços que damos aos pais e os sorrisos que recebemos dos filhos. Ele soube-o. E conseguiu viver assim. Eu sei-o. E o que mais desejo na vida é poder viver assim e, no fim da minha carreira, poder fazer o resumo que ele fez. O sucesso não está só nas conquistas e nos prémios profissinais. Está, antes e para lá de qualquer coisa, naquilo que damos aos pais e naquilo que somos para os filhos. O sucesso será sempre a junção disso a uma carreira bem-sucedida. Aquelas três linhas disseram tudo. Se eu um dia puder resumir o meu caminho de uma forma semelhante àquela, ou pelo menos com uma base parecida... então terá vaido a pena ter nascido, terá valido a pena ter vivido! 

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D