Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Manga Lima

Manga Lima

04
Ago19

O amor quando nasce é para (todos) os outros

Manga Meia-Loira

Ahhh! Que bela imagem! É que dei de caras com isto e pensei logo, no imediato: "OLHA EU!". Pronto, é isto... o que se há-de fazer?! Quando é com os outros, toda eu sou poética, romântica, inspiro as pessoas, empurro, incentivo... e sorrio e fico contente por elas. Até lhes faço logo o plano de casamento e de vida, e ajudo a escolher o nome dos (futuros) filhos. Quando é comigo... bem, quando é comigo, é um nó no estômago e no coração que nem Deus sabe onde termina. Não sei lidar, a sério. É verdade que também não me apareceram pessoas fáceis, antes pelo contrário. Mas pronto... eu, que até gosto de fazer planos românticos (para os outros), de pensar em planear um casamento e de escolher o nome dos futuros filhos (para os outros), depois sou um zero comigo. E bolas, eu não quero estar aqui a falar de mim, mas módestia à parte acho que até daria uma namorada razoável. Vá, também não se pode pedir muito, e eu sei bem que não sou popriamente fácil nem soft. Sou durona, exigente, perfecionista, crítica, um tanto ou quanto controladora.. e já chega. Para lá disto tudo, sei o valor que tenho e sei da dedicação e sensibilidade que moram em mim. Mas a vida acha que eu estou muito bem sozinha, a minha natureza solitária diz que sim...e pronto, é assim que a vida funciona. Agora tenho de ser muito sincera: por mais que eu negue isto até ao último suspiro, e nunca vá ser capaz de o admitir, a verdade é que eu gosto muito de ficar genuinamente feliz pelos outros, mas às vezes paro e pergunto-me "O que há de errado comigo? Vai ser assim a vida toda?"... e o meu coração aí fica do tamanho de uma ervilha ou ainda mais pequenino e eu fico sem chão. Ultrapassando isso, eu por cá continuarei, a fazer planos de sonho para os outros e a ficar sem ar e sem chão quando é o meu coração a bater mais rápido. Parece-me que lá terei de cumprir aquela espécie de destino que implica casar os outros e ajudá-los a escolher os nomes dos filhos deles enquanto faço o papel de solteira de serviço (ou eterna solteira). Bom, há coisas piores na vida. Há (muito) melhores, mas também há piores... e não vale de muito chorar sobre o que a vida nos vai dando. Ao menos que haja alguém, ou quem conseguir, feliz no amor :) E quantos mais forem.. melhor. A solteira de serviço sorri e brinda ao amor (dos outros)! 

 

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Imagem em https://www.facebook.com/naoacreditoemastrologiamas/photos/a.866799313398060/2414084382002871/?type=3&theater

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D