Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Manga Lima

Manga Lima

25
Jul19

Sobre hoje. Sobre a vida em 7 anos.

Manga Meia-Loira

Amanhã faz sete anos que vi o chão e o céu abrirem-se-me à frente, e que vi a minha vida inteira desabar no tempo de um fósforo. Não, ninguém ficou doente nem me morreu ninguém, mas foi naquele espaço de segundos em que eles me disseram que iam embora que eu percebi que a vida como eu a tinha vivido e conhecido até então acabava ali. Que a vida de sonho que eu sempre tinha tido - e, pior, a vida que estava por vir com que eu tanto tinha sonhado - acabava ali.

Já escrevi muito sobre tudo o que se seguiu, mas pelo meio sofri, cresci, aprendi, lutei desalmadamente por mim e pelos sonhos que consegui manter vivos, fiz o curso, estou a terminar o percurso universitário, estou a estagiar... tudo dentro do normal. Eles continuam lá e eu continuo à espera de os ter aqui: desde sempre e como sempre.

Mas não era isto que eu queria concluir. Amanhã faz sete anos desde aquela manhã que foi um rasgão no meu coração e na minha vida mas amanhã é um novo dia. Amanhã assino a escritura do apartamento que tanto queria e por que tanto esperei desde janeiro. Amanhã espero avançar nas negociações do café para chegar a acordo e todo um novo ciclo se iniciará com isso. Amanhã será dado um novo passo nas obras. Amanhã saio da escritura com uma assinatura que vale mais que o que eu imagino para os meus pais. Ontem terminei a primeira versão da minha tese. Hoje fiz uma visita que pode resultar numa negociação sonhada. Hoje submeti a minha candidatura a um lugar que quero muito, mas mesmo muito, que seja meu. Amanhã completam-se sete anos daquele início deste ciclo. Amanhã começamos, assim o espero e quero, um novo ciclo que vem trazer luz e fechar a porta destes sete anos de escuridão.

A vida faz-se em ciclos de sete anos? Afinal parece que sim. Amanhã lembrar-me-ei disso e acreditarei que sim. Amanhã batemos a porta destes sete anos e seguimos ao encontro da luz e do sonho. Quão irónica, às vezes, a vida (não) consegue ser! 

E se o que resta é sempre o princípio feliz de alguma coisa, então que este 2019 e estes dias sejam o princípio feliz de muita coisa.

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D