Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Manga Lima

Manga Lima

10
Set19

Um dia vou (e quero) ser avó

Manga Meia-Loira

Uma pessoa nem nasce com aquela vontade enorme de ser mãe. Uma pessoa encara isso de forma natural mas nunca como um objetivo de vida ou o centro da vida. É mais como algo que faz parte do sentido natural da vida e do amor - algo que dá sentido à palavra família. Uma pessoa sabe que nem tudo é cor-de-rosa na parentalidade. Uma pessoa tem toda uma vida para viver antes disso, e se não acontecer também não será o fim do mundo, há muito mais para viver e muito por onde nos realizarmos. Uma pessoa até é diagnosticada com um síndrome aos 7 anos que a impede de ser mãe de forma natural, pelo que se o quiser ser, um dia, terá de travar uma batalha que pode ser para lá de dura. 

 

Para lá de tudo isso, e mesmo não achando que a maternidade é um arco-irís cheio de unicórnios, uma pessoa quer ser avó. Um dia quer ser avó. Quer ter netos para lhes poder fazer bolos e dar batatas fritas às escondidas. Quer ter netos para lhes poder contar histórias debaixo de uma árvore e lhes deixar as memórias mais doces. Porque ser avó deve ser tão bom ou ainda melhor do que ser mãe. É viver o lado doce da parentalidade sem a responsabilidade de impor regras. E sim, se um dia for mãe é (também) porque quero muito ser avó. (E para se ser avó basta ser mãe uma vez, certo?)

 

Esta imagem retrata a forma como vejo a maternidade e a parentalidade. E se um dia me submeter a procedimentos clínicos dolorosos e andar durante meses ou anos a tentar ser mãe, será precisamente por isto. Porque um dia quero ter netos para lhes contar como conheci o amor da minha vida (que ainda hei-de conhecer), para lhes contar como sonhei em ser mãe/avó deles e para lhes contar o que significa o amor à família.

A imagem pode conter: texto

 

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D